CGD: autonomia de gestão da administração no plano de reestruturação


António Costa defendeu hoje que o plano de reestruturação da CGD prevê a presença do banco público em todo o país e afirmou que o Governo não se substituirá à administração, colocando em causa a liberdade de gestão.

“O plano de reestruturação da CGD garante a presença da Caixa em todo o país, em todos os concelhos. Mas, o Estado ser acionista da Caixa não significa que o Governo se deva meter na vida do dia-a-dia da CGD. Temos uma administração que deve exercer as suas funções com independência, com autonomia – e o Governo tem toda a confiança na Caixa para assegurar a boa gestão”, salientou.

Deixar uma resposta