Dívida pública cai quase 4.000 milhões em outubro


Segundo dados do Banco de Portugal agora conhecidos, a dívida pública registou uma descida de 3,872 mil milhões em relação a Setembro, a maior queda em dois anos.

A descida reflecte amortizações líquidas de títulos de 3.500 milhões de euros, menos 900 milhões de euros em empréstimos (sobretudo devido ao reembolso antecipado de mil milhões ao FMI). Em sentido contrário houve um aumento de certificados do Tesouro (600 milhões de euros).

Com a queda acentuada registada em outubro e novos pagamentos efetuados ao FMI em Novembro, é previsível que a dívida publica continue a descer até ao final do ano, quer em valor nominal, quer em termos de peso no PIB.

As previsões do Governo apontam para que a dívida pública chegue ao final do ano nos 126,2% do PIB, descendo novamente, em 2018, para 123,5% do PIB.