Carlos César critica PSD por “irresponsabilidade” ao falhar eleição de órgãos externos


“O PSD subiu mais um degrau para o patamar da irresponsabilidade no Parlamento”, acusou hoje Carlos César, depois de o nome indicado pelo PS ter falhado, pela terceira vez, a eleição para o Conselho Superior de Segurança Interna.

“Aguardaremos pela eleição da sua nova direção para retomar este processo, para o qual são necessários dois terços dos votos, para ver se encontramos alguém no PSD que seja capaz de honrar a sua palavra”, afirmou.

Em 13 de outubro, PS e PSD anunciaram os candidatos para vários órgãos externos, entre os quais o Conselho Superior de Segurança Interna, a par de outros como o Conselho de Fiscalização do Sistema de Informação da República, o Provedor de Justiça ou o Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, estes entretanto eleitos.

Já para o Conselho Superior de Segurança Interna, o Parlamento falhou hoje, pela terceira vez, a eleição do seu representante: o deputado Fernando Anastácio não conseguiu os dois terços necessários para garantir a eleição.